Universidade e Faculdade

tudo o que você precisa saber sobre universidades e faculdades

Pressão dos pais dificulta escolha profissional

Quando a expectativa fica muito grande, vestibulando deve dialogar com a família. Sucesso dos filhos na carreira é principal desejo de pais de estudantes do ensino médio.

 

 

A principal preocupação dos pais é com o futuro dos filhos e uma pesquisa realizada em uma escola de Belo Horizonte revelou que pai de vestibulando sofre: 85% dos entrevistados afirmaram que o sucesso profissional dos filhos é o que mais os angustia. Mas a expectativa da família só aumenta o problema na hora de escolher a carreira.

“Estou um pouco nervoso, quero fazer cinco faculdades diferentes!”, conta Hermano Rauch, de 17 anos. Os colegas dele vivem a mesma indecisão e cobrança: “Meu pai, por exemplo, é formado em direito. Então ele e minha mãe ficam tentando me convencer a estudar direito”, conta Yuti Alvarenga, também de 17 anos.

Para a orientadora profissional, Carla Couto, exigência é diferente de pressão e tem de ser feita com afetividade. “Se a pressão está muito forte, tem que fazer jogo aberto mesmo, e dialogar com os pais”, diz.

As dúvidas e a tentativa de agradar aos outros levaram Renato Melgaço, de 24 anos, a fazer escolhas erradas. “Fiz um mês de publicidade, larguei e depois fiz dois períodos e meio de direito. Larguei de novo, fiz mais dois de matemática, e agora estou na educação física. Acho que é o que eu quero”, conta. 

O exemplo de Renato não aliviou a barra da irmã, Laylla. “Nós queremos ver acontecer, vamos exigir. Afinal de contas, o tempo é muito importante e precisa ser aproveitado”, diz o pai deles. Alem da pressão da família, Laylla Melgaço tem outro tormento. “Hoje em dia tem milhões de cursos, isso deixa mais difícil a nossa escolha”, conta a garota, de 17 anos. 

Segundo dados do ministério da Educação (MEC), são oferecidos 569 cursos em 84 áreas diferentes nas universidades de todo o país. Só Engenharia, por exemplo, chega a ter 50 especializações. 

 

Comece pela área de trabalho

 

Para a orientadora profissional Denise Nascimento, o estudante do terceiro ano do ensino médio precisa saber pelo menos a área de trabalho em que quer atuar até o meio do ano. Ela também diz que pesquisar tudo sobre as profissões ajuda na escolha. “O aluno deve olha o currículo daquela profissão, as matérias que são dadas na faculdade”, ensina.

“O estudante tem que se perguntar: ‘que tipo de trabalho eu tenho que fazer para ser um profissional dessa área?’ As minhas características de personalidade, de interesse e de aptidão são condizentes com esse mercado?”.

abril 2, 2008 - Posted by | universidades | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: